Oito são presos por venda de cosmético ilegal

Oito pessoas foram presas numa operação policial em clínicas e centros médicos do Rio por comercializar e aplicar medicamentos para preenchimento facial sem registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Entre elas estão dois médicos - o capitão da PM Luiz Eduardo Andrade Salgado, dono de um consultório na Barra da Tijuca, e Juan Eugênio.

, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.