Oito traficantes morrem em confronto em favela do Rio de Janeiro

Ao menos oito traficantes morreram em confronto com a polícia no morro do Engenho, no bairro do Engenho da Rainha, zona norte do Rio de Janeiro, segundo a polícia.

RODRIGO VIGA GAIER, REUTERS

23 Junho 2011 | 10h46

Os traficantes teriam vindo de comunidades ocupadas por Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), entre elas a Mangueira, que foi ocupada no último domingo para a futura instalação de uma unidade de segurança.

Os policias do Batalhão de Operações Especiais (Bope), o pelotão de elite da PM do Rio, chegaram na comunidade durante a madrugada. Houve intenso tiroteio entre policias e traficantes.

Moradores ficaram assustados e acordaram com a troca de tiros. "Parecia uma verdadeira guerra. A polícia disse que estava entrando porque o morro estava fortalecido", disse um morador da comunidade.

Alguns feridos ainda chegaram a ser socorridos pelos policiais, mas morreram a caminho do hospital ou ao darem entrada em uma unidade hospitalar da zona norte da capital.

Segundo moradores, ainda haveriam traficantes feridos no interior da comunidade.

Na operação, também foram apreendidos dois fuzis, cinco pistolas e duas granadas. O policiamento foi reforçado no local.

A polícia também faz operações no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, no subúrbio do Rio, palco de constantes confrontos nos últimos dias. Há informações de que traficantes de Morros ocupados por UPPs também estariam se refugiando na comunidade.

Na noite de quarta-feira um músico foi atingido por uma bala perdida no peito quando passava com a família perto do Morro do Juramento. Ele foi operado e está internado em estado grave.

Mais conteúdo sobre:
GERAL RIO TRAFICANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.