Onda de calor leva à remoção de moradores de cidade nos EUA

O governador do Estado americano do Missouri, Matt Blunt, enviou a Guarda Nacional para retirar moradores de suas casas, depois que tempestades deixaram mais de meio milhão de lares e empresas de St. Louis sem eletricidade, em meio a uma onda letal de calor. Equipes de trabalhadores correram na quinta-feira para restaurara a energia, e o governador decretou estado de emergência, atendendo a um pedido do prefeito para enviar soldados que transportem as pessoas para prédios públicos onde haja equipamento de ar-condicionado. "Não é possível exagerar o perigo deste calor", disse o prefeito Francis Slay. As temperaturas já contribuíram, para pelo menos 22 mortes desde a semana passada, em todo o país.A polícia utiliza os megafones dos carros-patrulha para anunciar os locais para onde as pessoas devem se dirigir para escapar do calor. Voluntários vão de casa em casa, verificando a condição dos moradores.Na quinta-feira, a temperatura máxima foi de 36º C, mas com a umidade a sensação térmica chegou a 44º C. Espera-se uma queda de temperatura para esta sexta-feira.

Agencia Estado,

21 de julho de 2006 | 14h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.