ONG propõe esterilização de drogados

Entidade americana está trazendo a ideia para a Grã-Bretanha.

BBC Brasil, BBC

27 de abril de 2010 | 11h45

Uma ONG americana afirma que já impediu mais de três mil viciados em drogas e álcool de ter filhos, pagando cerca de US$ 300 por pessoa em anticoncepcionais e tratamento de esterilização. Agora a entidade tenta trazer esta ideia para a Grã-Bretanha.

A ONG Project Prevention defende que pessoas viciadas não devem ter filhos e oferece anticoncepcionais ou até tratamentos de esterilização a viciados.

Cerca de 350 mil crianças na Grã-Bretanha têm pelo menos um pai viciado em drogas e a maioria sofre alguma consequência do vício dos pais.

A ideia da ONG americana sofre resistência de outras entidades britânicas. Para uma das entidades, a ideia é uma "farsa" e lembra políticas "nazistas".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.