ONG vai pedir suspensão de campanha da Unip

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) vai pedir à Unip que suspenda a veiculação da campanha de marketing que enaltece o desempenho da instituição no Enade. Segundo o advogado Thiago Azevedo, os números "não refletem a verdade". "A fundamentação da mensagem deve ser clara e estar de acordo com a boa-fé. Mas a propaganda faz a Unip parecer melhor do que ela realmente é", afirma. Para a Proteste, o MEC também deveria checar possíveis irregularidades e punir a universidade. "Muita gente procura uma instituição atraída pelo marketing." A Unip pode não responder ao pedido de esclarecimentos da associação, que não tem o mesmo poder do Procon.

O Estado de S.Paulo

15 Março 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.