Ônibus do Vôlei Futuro capota na Castelo Branco

O ônibus que levava a equipe feminina do Vôlei Futuro para o jogo desta terça-feira contra o Osasco sofreu um acidente pouco antes de chegar ao ginásio José Liberatti. Ele capotou na rodovia Castello Branco depois de, aparentemente, o motorista perder o controle do veículo. Chovia forte na região no momento do acidente.

AE, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 20h43

De acordo com a comissão técnica do Vôlei Futuro, a maioria das jogadoras saiu ilesa do acidente. Como o esquema para a partida já estava armado no ginásio José Liberatti, duas ambulâncias saiu de lá para atender as feridas e levá-las ao Hospital Regional de Osasco.

"Queria confortar a família de todo mundo. Em estado gravíssimo não tem ninguém, talvez um braço quebrado, a gente não sabe ainda. A impressão que eu tenho é que o ônibus caiu do começo do viaduto (que liga a rodovia à rua lateral do ginásio). Não tinha como sair do ônibus, porque tinha que ir por cima. Foi mais um susto", explicou o técnico Willian.

A única jogadora a sofrer lesão um pouco mais séria foi a líbero Stacy Sykora, que desmaiou, ainda por motivos desconhecidos. Os torcedores da equipe de Araçatuba, ao saberem do acidente, iniciaram uma longa corrente de oração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.