Ônibus espacial Endeavour é lançado para nova missão

O ônibus espacialnorte-americano Endeavour foi lançado na quarta-feira pararealizar uma missão de construção na Estação EspacialInternacional. Entre os tripulantes está uma ex-professoratreinada originalmente para a fatídica missão do Challenger em1986. A espaçonave decolou na base da Flórida às 18h36 (19h36horário de Brasília) com um potente rugido, e uma brilhante luzque rivalizava com a luz do sol. Foi o segundo lançamento do ano da Nasa, que precisa aindade pelo menos 11 missões para finalizar a estação antes que ostrês ônibus espaciais sejam aposentados em 2010. Esta é tambéma primeira missão da Endeavour em quase cinco anos. Entre os tripulantes está a ex-professora primária BarbaraMorgan, treinada há 22 anos como substituta de outraprofessora, Christa McAuliffe, que morreu junto com seis outrosastronautas na explosão do Challenger, segundos após adecolagem, em 28 de janeiro de 1986. Depois daquele acidente, civis foram proibidos de voar nosônibus. Morgan entrou para o corpo de astronautas em 1998 eestá na missão como astronauta plena, embora planeje conduziralguns programas educacionais durante a missão se houver tempo. "Ela é uma astronauta que costumava ser uma professora",disse o chefe da Nasa, Michael Griffin, em uma entrevista. "Elaé uma operadora de braço (mecânico) nesta missão e os outros(tripulantes) me falaram que é muito boa". Este é o 119o vôo de um ônibus espacial. O objetivo damissão do Endeavour é instalar uma nova viga na estruturaprincipal da Estação Espacial Internacional, substituir umgiroscópio com defeito, necessário para a estabilização daestação, e levar mantimentos. A espaçonave deve chegar à estação na sexta-feira, em meioà pressa para concluir a construção da estação espacial, de 100bilhões de dólares, antes da aposentadoria da frota de trêsônibus espaciais, em 2010.

IRENE KLOTZ, REUTERS

08 de agosto de 2007 | 20h40

Tudo o que sabemos sobre:
MUNDOCIENCIANASALANCAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.