ONU pede que governo sírio e rebeldes respeitem civis em Aleppo

A chefe da área de Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, apelou nesta sexta-feira às forças governamentais e aos rebeldes sírios para que poupem os civis em Aleppo. Ela manifestou forte preocupação com a "probabilidade de um grande confronto iminente" na cidade.

Reuters

27 de julho de 2012 | 07h22

Pillay disse que "um padrão visível" surgiu à medida que as forças do presidente Bashar al-Assad começaram a limpar áreas de Aleppo, maior centro urbano da Síria, que dizem ter sido ocupadas por insurgentes.

As forças pró-governo estão efetuando intenso bombardeio, disparos de tanques e revistas em todas as casas.

(Por Stephanie Nebehay)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAONUCIVIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.