ONU quer atrair mulheres a negociações de paz

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou por unanimidade na sexta-feira uma resolução que renova o compromisso em promover a participação e liderança feminina em todas as negociações para resolver conflitos e assegurar a paz nos países em guerra.

Agência Estado

19 Outubro 2013 | 14h42

O Conselho afirmou sua profunda preocupação com a "exacerbada vulnerabilidade" das mulheres em conflitos armados e nos cenários pós-guerras e com abusos, ameaças e violações dos direitos humanos sofridas por elas. O órgão defendeu que jovens e mulheres que engravidaram após estupros devem ter "acesso a gama completa de serviços de saúde sexual e reprodutiva sem discriminações".

A resolução salientou a necessidade de aumentar a participação das mulheres "em todas as discussões pertinentes à prevenção e a resolução de conflitos armados, na manutenção da paz e da segurança e na consolidação da paz após conflitos".

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse ao conselho que a resolução estabelece que "a participação das mulheres nos esforços para a paz é uma questão de igualdade de gêneros e de direitos humanos universais". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ONU MULHERES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.