ONU quer painel multinacional para investigar ataque de Israel

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, propôs uma investigação multinacional sobre o ataque de Israel a um navio com o qual ativistas pretendiam chegar à Faixa de Gaza para entregar mantimentos. Nove pessoas pró-palestinos morreram.

ARI RABINOVITCH, REUTERS

06 de junho de 2010 | 09h54

Ban sugeriu a formação de um painel a ser liderado pelo premiê da Nova Zelândia, Geoffrey Palmer, com representantes da Turquia --país de origem da bandeira do navio--, Estados Unidos e possivelmente Israel, disse uma autoridade do gabinete do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

O líder israelense discutiu a proposta com Ban no sábado e planejava convocar uma reunião de gabinete neste domingo para decidir sobre a presença ou não de Israel no painel, disse a autoridade, que pediu para não ser identificada.

Líderes de Israel têm afirmado publicamente sobre a intenção de abrir uma investigação própria com observadores internacionais a respeito da intercepção do navio de bandeira turca que aconteceu na última segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELONUNAVIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.