Operação da PF prende 9 suspeitos de tráfico em MS

Nove pessoas foram presas hoje em Mato Grosso do Sul durante a sequência da Operação Caiman II, iniciada em maio deste ano, segundo a Polícia Federal (PF). Cerca de 60 policiais federais cumprem 33 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão nas cidades de Três Lagoas, Paranaíba e na Capital Campo Grande. Já foram apreendidos veículos, dinheiro e documentos. De acordo com a corporação, a Caiman II é a maior já feita em Três Lagoas contra o tráfico de drogas.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

15 Dezembro 2009 | 10h35

Durante a investigação, foi possível identificar mais de 80 pessoas envolvidas. Neste período foram realizados 18 flagrantes com apreensões de cocaína (aproximadamente 3 quilos), maconha (20,5 kg), sete armas, sendo duas de calibre restrito, e balanças de precisão.

De acordo com a PF, boa parte do tráfico era comandada de dentro do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Lá foram identificados três traficantes ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Eles seriam os responsáveis por adquirir a droga na faixa da fronteira e gerenciar o transporte até Três Lagoas e região do Bolsão. Após ser preso, um dos alvos principais da investigação continuou a comandar o tráfico de dentro do Presídio de Segurança Média de Três Lagoas, informou a corporação.

Mais conteúdo sobre:
crime tráfico de drogas PF MS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.