Operação da PF prende Antonio Petrus Kalil, o Turcão

A Polícia Federal do Rio cumpre hoje 17 mandados de prisão solicitados após denúncias do Ministério Público Federal no Rio. Entre os presos estão Antonio Petrus Kalil, o Turcão, acusado de envolvimento máfia dos caça-níqueis. Também foram presos Sergio Luzio Marques e Jose Luiz da Costa Rebello. O contraventor Antonio Petrus Kalil foi libertado em julho depois de permanecer preso três meses sob a acusação de envolvimento inclusive com a compra de sentenças para beneficiar o jogo ilegal. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia concedido liminar para que Turcão aguardasse em liberdade o julgamento.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

29 de novembro de 2007 | 11h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.