Operação do Bope deixa 5 mortos na zona norte do Rio

Cinco pessoas morreram neste sábado em uma operação do Batalhão Policial de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro, na comunidade Faz Quem Quer, em Rocha Miranda, zona norte da cidade. Os policiais foram à favela checar uma denúncia de moradores de que traficantes estariam reunidos no local.

EQUIPE AE, Agência Estado

15 Dezembro 2012 | 11h56

A ação começou por volta das 4h, e houve confronto entre policiais e bandidos. Seis pessoas ficaram feridas e foram levadas para o Hospital Carlos Chagas. Segundo o Bope, cinco delas não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital. A Polícia Militar não divulgou os nomes das vítimas.

Quatro pessoas foram presas: três mulheres e um homem. A polícia apreendeu duas submetralhadoras, duas pistolas, uma espingarda, 2.500 papelotes de cocaína e 12 kg de pasta base de cocaína.

Na favela da Quitanda, em Costa Barros, policiais foram recebidos a tiros por homens armados. Seis pessoas foram presas e um homem ficou ferido. A polícia ainda apreendeu armas de grosso calibre.

Em outra comunidade, na Fazendinha, no Complexo do Alemão, também na zona norte do Rio, policiais de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) também enfrentaram bandidos, mas ninguém ficou ferido. A polícia apreendeu armas e munição.

Mais conteúdo sobre:
violência Rio de Janeiro Bope operação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.