Operadora mexicana processa IBM e cobra perdas de US$2,5 bi

A operadora mexicana móvel Iusacell processou a IBM nesta quarta-feira, acusando a gigante norte-americana de tecnologia de fazer representações fraudulentas que levaram a perdas de 2,5 bilhões de dólares em lucros.

Reuters

16 Abril 2014 | 14h46

No entanto, muitas das alegações do processo, arquivado no tribunal distrital federal de Nova York, não estavam claras. Mas a queixa central refere-se a um contrato que a Iusacell alega que a IBM deturpou para entrar no México.

"Eventos subsequentes à execução do acordo revelaram que a IBM deturpou intencionalmente e ocultou injustamente da Iusacell fatos relevantes tanto antes quanto durante a relação entre as partes", disse a Iusacell na queixa. O processo busca mais de 2,5 bilhões de dólares em indenizações.

Uma porta-voz da IBM não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

(Por Nate Raymond em Nova York)

Mais conteúdo sobre:
TECH IBM MEXICO LEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.