Opinião própria

A culpa, pra variar, é da opinião pública - ô, raça! -, que não se dá o mínimo respeito. Depois que os políticos perderam a vergonha de dizer na lata que não estão nem aí para o senso comum da sociedade civil - e ficou por isso mesmo! -, o papel do chamado "formador de opinião" perdeu inteiramente a razão de ser. Pra que qualificar uns e outros pela capacidade de formar uma coisa que não vale nada?

, O Estadao de S.Paulo

31 Outubro 2009 | 00h00

É neste sentido que se deve entender a última polêmica em torno das declarações do presidente Lula. "O formador de opinião", de fato, "não decide mais" patavina por aqui. Nada contra o formador propriamente dito, o problema do brasileiro é com a opinião dos outros. O que vale agora é a opinião própria, cada um com a sua, sem qualquer respeito pelas demais. Ou não, né?!

Seja como for, promete pra mim que não perderá 1 minuto sequer do feriadão pensando nisso, vai! Relaxa, rapaz! Ninguém precisa ter opinião a respeito.

EX-FAUSTÃO

Pelas estimativas da balança implacável da coluna de Sonia Racy, faltam dois meses, se tanto, para Fausto Silva ficar mais magro que Gugu Liberato. É a última marca que resta ainda ao apresentador do Domingão bater na concorrência.

MELÔ DO SERRA

"Há pessoas com nervos de aço, sem sangue nas veias e sem coração!"

Aécio Neves, ontem, no chuveiro

Tudo joia!

O Rio vai, aos poucos, se recuperando do trauma da última guerra do tráfico. As autoridades locais já falam na criação, a pretexto da Olimpíada, de uma "Veneza carioca" em terrenos alagadiços vizinhos à Barra da Tijuca. Quando começam a delirar assim é porque está tudo bem!

Nem aí!

Não é de se estranhar que, como foi noticiado lá fora, Madonna tenha mesmo dado um pulinho na Bahia na semana passada, sem que ninguém a notasse. Depois que João Gilberto passou 20 dias em Salvador sem ser reconhecido...

Craque da poesia

Carlos Drummond de Andrade virou o "Poeta da cracolândia". Alguém recitou por lá "No meio do caminho tinha uma pedra/Tinha uma pedra no meio do caminho..." Foi aplaudido de pé!

Agenda positiva

Deu na revista Science: "Controlar poluição do ar pode acelerar aquecimento global." O que não quer dizer, necessariamente, que não nos resta o que fazer: todo mundo pode, por exemplo, rezar! O fim do mundo exige criatividade no trato com ele.

Ô, raça!

Roberto Requião está chocado com a falta de humor de quem interpretou mal seu comentário lúdico sobre o câncer de mama masculino em decorrência de passeatas gay. Um homem desses, francamente, só mesmo levando na brincadeira, né não?

A vitória do atraso

E o Fluminense, hein?! Precisou vencer para continuar atrás. Rubinho pode repetir a façanha no domingo!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.