Oposição promete organizar protestos semanais na Argélia

Grupos de oposição argelinos disseram no domingo que vão dar continuidade ao protesto que fizeram nesse fim de semana, fazendo uma manifestação na capital todos os sábados até que o governo mude.

REUTERS

13 de fevereiro de 2011 | 17h23

Centenas de manifestantes, inspirados nas revoluções que derrubaram os líderes do Egito e da Tunísia, desafiaram a proibição policial e protestaram em Argel no sábado. Mas milhares de policiais das tropas de choque impediram uma passeata pela cidade.

A coalizão de grupos da sociedade civil, alguns sindicalistas e um partido de oposição que organizaram a manifestação, decidiu em reunião repetir os protestos semanalmente, aos sábados, e, ao mesmo tempo, recrutar novos adeptos à causa.

"Continuaremos a marchar até o regime cair. Cada sábado manteremos a pressão", disse Mohsen Belabes, um porta-voz do partido de oposição RCD, que ajudou a organizar o protesto de 12 de fevereiro.

(Reportagem de Lamine Chikhi)

Tudo o que sabemos sobre:
ARGELIAPROTESTOSSEMANAIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.