Orange vende unidade da República Dominicana por US$1,4 bi

A Orange concordou em vender seu negócio na República Dominicana para a empresa de telecomunicações de Luxemburgo Altice por 1,4 bilhão de dólares, enquanto a maior operadora de telecomunicações francesa procura reduzir sua dívida.

JAMES REGAN, Reuters

27 de novembro de 2013 | 15h26

"Celebramos esse acordo da Orange, ao dar à companhia dinheiro importante com a venda de um ativo que não enxergamos como essencial para a empresa", escreveram analistas do Banco Espírito Santo.

Eles acrescentaram que o acordo fortalecerá o balanço da Orange e garantirá o compromisso do grupo no pagamento de dividendos.

O presidente da Orange, Stephane Richard, disse na sexta-feira que esperava anunciar a venda a um valor superior a 1 bilhão de euros (1,36 bilhão de dólares) nos dias seguintes, acrescentando que o negócio melhoraria a flexibilidade financeira do grupo.

O acordo avalia a Orange Dominicana em 1,435 bilhão de dólares, informou a Orange nesta quarta-feira.

A Orange tem sido afetada nos últimos anos com os cortes de tarifas impostos pelos reguladores franceses e pela chegada da empresa de baixo custo Iliad ao mercado, o que derrubou os preços, atingindo também as vendas e receitas do grupo. A empresa está agora saindo de mercados não essenciais.

Tudo o que sabemos sobre:
TECHORANGEREPUBLICADOMINICANAVENDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.