Orçamento 2013 só será votado no ano que vem no Congresso

O Orçamento para 2013 não será votado este ano pelo Congresso, como estava previsto, afirmou nesta quarta-feira a vice-presidente do Congresso, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES).

Reuters

19 Dezembro 2012 | 18h19

Para entrar em vigor no ano que vem, o Orçamento precisava ser aprovado ainda nesta semana na Comissão Mista do Orçamento e no plenário do Congresso, antes do recesso parlamentar, que se inicia dia 22 de dezembro e vai até fevereiro.

A votação da proposta orçamentária agora fica para o ano que vem, limitando a aplicação dos recursos federais no começo de 2013.

"A decisão tomada é a decisão de não produzir nenhuma votação no Congresso Nacional até que seja superado esse impasse da votação dos vetos (presidenciais à nova distribuição dos royalties do petróleo)", afirmou o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS).

(Por Maria Carolina Marcello e Jeferson Ribeiro)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA ORCAMENTO 2013*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.