Os deficientes e o trabalho

82.301 pessoas com deficiência já estavam empregadas no Estado de São Paulo, em abril desse ano. (Fonte:DRT-SP) 100 mil vagas faltam ser preenchidas por pessoas com deficiência para que as empresas no Estado de São Paulo, estejam de acordo com a Lei de Cotas. (Fonte: DRT-SP) 40,7% das chances de emprego para as pessoas com deficiência estão no Estado de São Paulo. (Fonte: DRT-SP) 601 pessoas com deficiência estavam empregadas em 2001 no Estado de São Paulo. (Fonte: DRT-SP) 14 é o número de vezes que cresceu o número de funcionários com deficiência nas empresas do Estado de São Paulo, entre 2003 e o mês de abril desse ano. (Fonte: DRT-SP) 300multas foram emitidas somente neste ano pela Delegacia Regional do Trabalho-SP. Os valores variam entre R$ 1.254,89 e R$ 188.231,92. (Fonte:DRT-SP) 43% dos deficientes empregados no Estado de São Paulo são portadores de deficiência física. (Fonte: DRT-SP) 36% das pessoas com deficência empregadas no Estado de São Paulo são portadores de deficiência auditiva. (Fonte: DRT-SP) 10% dos deficientes empregados no Estado são reabilitados, ou seja, pessoas que se afastaram do trabalho e depois voltaram à empresa. (Fonte: DRT-SP) 6% dos funcionários com deficiência empregados no Estado são portadores de deficiência visual. (Fonte: DRT-SP) 4% dos deficientes empregados em São Paulo são portadores de deficiência mental. (Fonte: DRT-SP) 1% dos portadores de deficência empregados são portadores de deficiências múltiplas. (Fonte: DRT-SP)

16 Junho 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.