Os destaques do 'Estadão Noite' desta terça-feira, 3

Os destaques do 'Estadão Noite' desta terça-feira, 3

Edição exclusiva para tablets está disponível para download a partir de 20h

O Estado de S.Paulo

03 Maio 2016 | 19h18

O Estadão Noite desta terça-feira, 3, traz a análise dos advogados Eduardo Mendonça e Mariana Cunha e Melo, respectivamente professor de Direito Constitucional do UniCeub e coordenador-geral do Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais e consultora na organização britânica Index on Censorship e pesquisadora no Instituto de Tecnologia e Sociedade, sobre o bloqueio da Justiça ao aplicativo WhatsApp no Brasil. 

Érika de Moraes, doutora em Linguística, com ênfase em Análise do Discurso, pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas, e professora da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp de Bauru, comenta a aprovação, por deputados do Estado de Alagoas, de lei que obrigaria professores a manter 'neutralidade' em sala de aula, impedindo-os de 'doutrinar' alunos em assuntos políticos, religiosos e ideológicos.

Dora Kramer, colunista do Estadão, recupera algumas narrativas do PT ao logo dos últimos anos para mostrar que as tentativas atuais do governo em mudar o cenário político não serão bem-sucedidas. 

Celso Ming, por sua vez, comenta as propostas pela derrubada imediata dos juros, explicando quais seriam as condições necessárias para que isso aconteça. 

Para completar a edição, o editor de Esportes Robson Morelli mostra o simbolismo da tocha olímpica no Brasil e a expectativa para os Jogos no Rio. 

O leitor pode baixar a edição, exclusiva para Ipad e aparelhos com sistema operacional Android, a partir das 20h, por meio do aplicativo do Estadão. Assinantes não pagam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.