Os destaques do 'Estadão Noite' desta terça-feira, 31

Os destaques do 'Estadão Noite' desta terça-feira, 31

Edição para tablets e celulares está disponível para download a partir de 20h

O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2016 | 19h49

O Estadão Noite desta terça-feira, 31, traz a análise de Janaína Penalva (ex-diretora executiva do Departamento de Pesquisas Judiciárias e do Centro de Estudos Judiciários do CJF, professora de Direito Constitucional da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília/UnB) e Izabela Corrêa (ex-coordenadora de Promoção da Ética e Transparência na CGU e doutoranda em Ciência Política pela London School of Economics and Political Science/LSE) sobre a lógica das indicações de cargos para o CNJ e a ex-CGU.

Celso Ming, colunista do Estadão, escreve sobre a forte deterioração do mercado de trabalho no Brasil e a tendência para os próximos meses. 

Dois especialistas comentam o estupro coletivo de uma jovem no Rio: Maria Garcia (professora associada livre-docente da PUC/SP, procuradora do Estado, ex-assistente jurídico da Reitoria da USP, membro da Comissão de Bioética/HCFMUSP, diretora geral do IBDC, coordenadora da Revista de Direito Constitucional e Internacional - RT Membro da Academia Paulista de Letras Jurídicas, membro do Conselho Superior de Direito da Federação do Comércio e vice-presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo/IASP) e Sérgio Mauro, professor da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara. 

Para completar a edição, o editor de Esportes Robson Morelli trata da 'malandragem' contra o jogo limpo no futebol. 

O leitor pode baixar a edição a partir das 20h, por meio do aplicativo do Estadão disponível nas lojas GooglePlay e AppStore para ipad ou celular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.