''Os próximos anos serão os melhores já vividos pela economia''

Luiz Carlos Trabuco Cappi: presidente do Bradesco[br][br]Executivo explica investimento previsto de R$ 4,2 bilhões para 2010 e diz que banco vai crescer de forma orgânica

Entrevista com

, O Estadao de S.Paulo

29 de janeiro de 2010 | 00h00

Ao apresentar os resultados relativos a 2009, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, destacou os investimentos da instituição programados para este ano - R$ 4,2 bilhões, 22% a mais do que o realizado no ano passado. "Do nosso ponto de vista, em termos históricos, é expressivo", afirmou ele ao Estado. Trabuco explicou que a maior parte do dinheiro será aplicada em tecnologia e na abertura de novas agências (250 ao longo do ano, em um total de investimento de aproximadamente R$ 1 bilhão).

O Bradesco anunciou grande investimento para 2010. É o maior da história do banco?

Sem dúvida, o investimento de R$ 4,2 bilhões é um dos maiores já feitos por uma empresa do setor privado brasileiro, em um único ano. Do nosso ponto de vista, em termos históricos, também é expressivo. Este valor é 22% maior que o realizado no ano passado. É preciso ressaltar que esse investimento só foi possível pelo ciclo virtuoso vivido pela economia brasileira.

Quais áreas serão fortalecidas?

Abertura de 250 novas agências de varejo, 21 agências do Prime e 30 unidades de negócio para médias empresas, além da reforma de outras tantas instalações de atendimento. Os investimentos também serão direcionados para compra e instalação de novos equipamentos, modernização tecnológica, projetos para construção de uma nova arquitetura de sistemas, treinamento intensivo dos colaboradores e fortalecimento dos modelos administrativos. O foco é a qualidade e a eficiência. Os investimentos serão distribuídos no sentido de prover a rede de atendimento de capacidade de crescimento orgânico constante, consistente e de longo prazo.

O objetivo é apoiar a expansão da instituição?

Queremos fazer mais e melhor. O foco é o aumento da nossa participação de mercado, provendo serviços de qualidade ao cliente. Achamos que os próximos anos serão os melhores já vividos pela economia brasileira, pelo aumento dos investimentos em todos os setores, criação de empregos, aumento da renda e mobilidade social. Na soma dos setores, a previsão é de investimentos superiores a R$ 1,3 trilhão nos próximos três. Temos de ser coerentes com essa conjuntura.

De que forma esse investimento vai melhorar a relação do cliente com o Bradesco?

A estratégia é crescer organicamente, abrindo agências, ampliando os pontos de contato com o cliente e também o não cliente. Ao mesmo tempo, criar nas pessoas a expectativa de que, no Bradesco, elas receberão um serviço de qualidade e um tratamento ético. O investimento tem esse sentido, é algo orientado com nossas ideias de querer fazer mais e melhor. Ao modernizarmos o parque de equipamentos, estamos nos capacitando para ser mais eficientes, e oferecer ao cliente aquilo que ele espera de nosso banco.

Qual a previsão de investimento do banco para os próximos anos?

O Brasil está vivendo a era da distribuição de riqueza, dos investimentos em infraestrutura, da Copa do Mundo, do pré-sal, das Olimpíadas, do reconhecimento mundial e a estabilidade econômica. Vamos manter nosso ritmo de investimentos de acordo com esse cenário. Certamente iremos crescer a cada ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.