Outubro marca 1a queda anual na venda de veículos

Outubro marcou o primeiro mês de 2008 a registrar queda na venda de veículos no país na comparação anual, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela associação que representa as montadoras instaladas no país, Anfavea. As vendas de veículos novos caíram 11 por cento em outubro em relação a setembro, para 239,2 mil unidades. Na comparação com o mesmo período de 2007, as vendas mostraram uma redução de 2,1 por cento. As quedas acontecem em um momento em que a indústria sofre com a restrição de crédito gerada pela crise financeira internacional que tem afastado consumidores de lojas que no início do ano chegaram a oferecer financiamentos de até 72 meses sem entrada. Enquanto isso, a produção de 296,3 mil veículos em outubro representou uma queda de 1,3 cento com relação a setembro e caiu 0,3 por cento sobre outubro do ano passado. No acumulado do ano, as vendas têm um ganho de 23,4 por cento sobre o mesmo período de 2007, para 2,45 milhões de unidades, se aproximando da previsão da Anfavea de alta em 2008 de 24,2 por cento, para 3,06 milhões de unidades. A produção subiu no período 17,6 por cento, para 2,92 milhões de unidades, num ritmo acima da estimativa da entidade para o ano, de 15 por cento, para 3,425 milhões. As exportações de veículos e máquinas agrícolas em valores subiram 2,7 por cento em outubro sobre setembro, para 1,29 bilhão de dólares, mas caíram 4,8 por cento sobre igual mês do ano passado. As vendas externas de janeiro a outubro cresceram 7,4 por cento, para 12 bilhões de dólares. (Reportagem de Alberto Alerigi Jr.)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.