P1i tem botões inteligentes, tela sensível e boa câmera

O smartphone P1i é quase completo para quem procura praticidade e não precisa de ferramentas avançadas para trabalhar. Ele une teclado fácil de digitar, tela sensível ao toque e, se você preferir, pode até escrever na tela com a caneta que acompanha o celular. O teclado é híbrido assim como o Touch Dual. Porém, apesar de cada botão ter duas letras, as teclas têm sensibilidade dupla. Você a pressiona do lado esquerdo para digitar uma letra ‘Q’, por exemplo, e do lado direito para a ‘W’. Muito legal. O reconhecimento de escrita, apesar de útil, não pode ser personalizado. É preciso instalar um outro programa para isso. Você é obrigado a escrever as letras com a caligrafia do celular. No manual há um guia para saber como escrever cada letra. Só faz falta um controle de navegação daqueles que vão para esquerda, direita, para cima e para baixo. O P1i só tem uma rodinha na lateral que sobe e desce pelos menus. Além disso, o smartphone vem com o navegador Opera, um dos programas que melhor ajustam as páginas da internet às telas dos celulares. Também tem acesso à internet sem fio, câmera de 3.2 megapixels. A sincronização com o Outlook é completa. Também transfere e-mails e mostra um relatório completo de quantos itens passaram do computador para o celular ou o contrário. A desvantagem do P1i está na configuração de e-mails. Na tela inicial ele mostra uma opção para registrar uma nova conta, mas com essa opção o celular entra em uma página na web que pergunta qual sua operadora – não há opção para a Claro nem para a Vivo. Essa configuração não funcionou com o Link. Foi preciso entrar nas configurações no menu e digitar manualmente os dados dos servidores de e-mail. Ufa!

02 Junho 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.