Lucinéia Nunes - O Estado de S.Paulo
Lucinéia Nunes - O Estado de S.Paulo

Pa amb tomàquet

É apenas uma fatia de pão com tomate maduro espremido, um toque de alho e azeite. Mas virou ícone da cozinha catalã.

04 Janeiro 2012 | 18h28

O pa amb tomàquet (pão com tomate, em catalão) nasceu como truque para amolecer o pão amanhecido, mas virou uma celebração de qualidade e frescor dos ingredientes.

É preparado com fatias de pagès, o pão camponês catalão (parece o italiano rústico, mas tem a massa mais esponjosa e úmida e casca grossa e escura). Os tomates podem ser de qualquer uma das sete variadades catalãs mais comuns, desde que estejam bem maduros, suculentos. Esfregar alho não é obrigatório, porém é comum. O azeite extravirgem, sim, é indispensável.

O pão com tomate é celebrado com uma festa anual em Santa Coloma de Farners, na província de Girona, no mês de junho. Pode ser servido só com tomate ou coberto com embutidos como jamón, butifarra e chorizo.

Sanduíche aberto

Herança da colônia alemã, o sanduíche aberto é popular no sul do país há décadas. A versão mais famosa, servida em botecos de inspiração germânica e tabernas de comida caseira, de Porto Alegre a Florianópolis, é feita com pão de centeio tipo fôrma coberto com lombo ou pernil suínos. Leva também picles e ovo, molho quente do próprio assado e mostarda à parte.

Mas são frequentes e incontáveis as variações. Podem levar vários tipos de frios, queijos de tipo e massa variada, rosbife e até peixes em conserva, como anchova. O que não muda é o modo de servir: quente, cortado em quadradinhos, para acompanhar a cerveja.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.