Paciente com febre amarela segue internada em SP

Jovem mulher está melhor, mas não há previsão de alta; ela esteve em viagem pelo PR e MS

CHIARA QUINTÃO, Agencia Estado

13 de janeiro de 2008 | 12h22

A paciente internada com febre amarela no Hospital São Luiz, em São Paulo, está melhor, segundo a assessoria de imprensa da instituição, mas não há previsão de alta. O Hospital São Luiz não divulga o nome da paciente.   Ela está recebendo cuidados médicos desde o dia 6 de janeiro, quando chegou à unidade apresentando sintomas gerais de febre, náuseas, vômitos e mal-estar. A suspeita é de que a jovem tenha sido infectada entre 27 de dezembro de 2007 e 3 de janeiro de 2008, quando esteve em viagem pelos estados do Paraná e do Mato Grosso do Sul.   De dezembro do ano passado até agora o Ministério da Saúde recebeu 15 notificações de casos suspeitos de febre amarela, mas apenas dois foram confirmados: o do administrador de empresas Graco Abubakir, que morreu em Brasília na terça-feira passada- ele teria contraído a doença em Pirenópolis (GO) -, e o da mulher internada em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.