Padilha anuncia acordo para trazer portugueses

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta quarta-feira um acordo que será assinado com seu colega de cargo de Portugal para incentivar o reconhecimento mútuo de diplomas de Medicina. Um tratado sobre o assunto foi assinado em 2000, mas até agora não houve nenhum resultado prático.

AE, Agência Estado

12 de junho de 2013 | 21h00

Pelo acordo, um médico português teria seu diploma reconhecido em instituição brasileira federal ou estadual. De acordo com Padilha, não há limites para o número de acordos estabelecidos. "Uma universidade brasileira pode firmar cooperação com várias instituições portuguesas."

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto D?Ávila, ponderou que, pelo acordo, o profissional português poderá atuar em todas as áreas, e não apenas nas regiões consideradas prioritárias e mais carentes pelo governo brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
médicosrevalidaçãoPadilha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.