Países da Alba retirarão embaixadores de Honduras

Os países latino-americanos que integram o grupo de esquerda Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (Alba) disseram nesta segunda-feira que irão retirar seus embaixadores de Honduras, em protesto à deposição do presidente Manuel Zelaya do poder.

REUTERS

29 de junho de 2009 | 16h04

"Os países membros da Alba decidiram retirar os embaixadores e deixar em sua expressão mínima nossa representação diplomática em Tegucigalpa até que o governo legítimo do presidente Manuel Zelaya seja restituído plenamente em suas funções", disse o chanceler do Equador, Fander Falconi, lendo as conclusões de uma reunião do grupo.

Estiveram presentes à reunião na Nicarágua o presidente da Venezuela, Hugo Chávez; o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega; o presidente do Equador, Rafael Correa, e o boliviano Evo Morales, além do próprio Zelaya.

(Reportagem de Iván Castro e Sean Mattson)

Tudo o que sabemos sobre:
HONDURASEMBAIXADORESRETIRAM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.