Países fortes da UE não querem meta ambiental

Os países mais influentes da União Europeia atacaram propostas para vincular cada vez mais os subsídios agrícolas do bloco a metas ambientais. A Comissão Europeia anunciou planos para obrigar produtores a adotar práticas mais amigáveis ao meio ambiente, com a intenção de manter os subsídios agrícolas em seu nível atual de US$ 76 milhões ao ano. Mas num encontro de ministros da Agricultura da UE, a França e a Alemanha, os principais produtores agrícolas do bloco, disseram que as iniciativas colocariam uma carga excessiva sobre os agricultores. Os franceses são os principais beneficiários dos subsídios.

O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2011 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.