Paixão pela bebida nasceu ao som de rock

Nascido no Queens, em Nova York, e formado em rádio e TV, Garrett Oliver "encontrou" a cerveja ao viajar para Londres. Trabalhava como roadie de bandas de rock e acabou nos pubs locais com as ales inglesas. De volta aos Estados Unidos, de tanto reclamar das cervejas locais ganhou um kit para produzir a bebida na casa de um amigo. E resolveu se dedicar à área: desde 1994 trabalha na Brooklyn Brewery. Quando chegou, a cervejaria produzia apenas dois estilos. Hoje, são ao menos 16. Ficou famoso ainda por ser um dos precursores da ideia de harmonizar cerveja e comida. É autor do livro The Brewmaster’s Table.     Veja também: O vinho que se cuide Elas andaram de bar em bar. E foram parar nos restaurantes Cerveja é coisa de mulher. Que o diga Cilene

Roberto Fonseca,

01 Outubro 2009 | 09h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.