Imagem Luiz Horta
Colunista
Luiz Horta
Conteúdo Exclusivo para Assinante

'Panelinha' vai para perto do fogão

Receitas eletrônicas são ótimas, mas não dá para consultar naquele sufoco da boca do forno. A chef Rita Lobo encontrou o caminho: pôs em livro os dez anos de seu site

Luiz Horta,

09 de dezembro de 2010 | 10h37

 

 

Sites com receitas são ótimos, de fácil consulta, dinâmicos e interativos. Com os tablets, podem até ser levados para a cozinha. Mas têm um enorme defeito, não permitem um dos grandes prazeres de cozinhar: sujar o livro com o manuseio, os respingos de molho, as anotações de beira de página e as impressões digitais deixadas com farinha e manteiga.

Por isso, o livro Panelinha, Receitas que Funcionam, que reúne o melhor dos dez anos do site inventado e dirigido por Rita Lobo, é para se levar correndo para a beira do fogão.

Eu levei, para verificar se o subtítulo era verdadeiro. Funcionariam as receitas quando executadas por uma pessoa com várias mãos esquerdas e talento nenhum?

Escolhi uma bem difícil, ovo frito. E outra, omelete. Ovo frito e omelete são complicados? São. Quem conhece cozinha sabe que o teste supremo (aplicado por Alain Ducasse nos noviços, quando ainda se ocupava de selecionar brigadas) era: "Faça-me uma omelete."

 

A própria Rita diz: "Precisei de uma década para descobrir meu jeito favorito de fritar ovos". Eu errei três, mas o quarto ficou quase tão bonito quanto o da foto desta página. Passei para a omelete, que ela diz ter o tempo de preparo "pa-pum". Como o recheio era a gosto, escolhi uns pedacinhos de brie que secavam na geladeira.

De alguma maneira, com o resultado certeiro, comecei a me sentir uma pessoa melhor, mais capaz. Faltava algo no meu desjejum, fui para o pão integral com nozes (página 312) que rende dois pães. Eu sou viciado em pão de nozes. A receita é mais complexa, mas tão bem explicada e detalhada que saiu correta. Pude fazer um verdadeiro breakfast of champions.

Agora meu livro já tem história, memória, está um pouco amassado - no que, espero, seja o início de uma grande amizade.

É como entrar para um grupo em que a vida é mais organizada, gostosa, uma sensação de que deu certo. Codorna ao vinho do Porto (que leva horas, serve quatro pessoas e parece estar além da minha capacidade) e lulas recheadas com cebolas caramelizadas, estou de olho em vocês!

O site Panelinha ganhou um fã adicional, e para mim já é uma autêntica panela de cobre da Dehilerin.

PANELINHA - Receitas que funcionam

Autor: Rita Lobo

Editora: Senac São Paulo. R$ 110 (preço sugerido)

O lançamento será no dia 14 de dezembro na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, às 19h

 

 

Veja também:

linkAo vencedor, um trivial pargo com limão-cravo

linkSofisticação gelada

linkNão deu para escapar? Relaxe e beba

linkEstá de drinques comigo?

linkAzeitonas em alta voltagem

linkDê um banho de loja no seu bar

blog Siga o blog do Paladar

Tudo o que sabemos sobre:
panelinhasitelivroRita Lobopaladar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.