Papa concede perdão pré-Natal a ex-mordomo

O papa Bento perdoou Paolo Gabriele, seu ex-mordomo que foi condenado em outubro por vazamento de documentos confidenciais que revelavam um suposto caso de corrupção na Santa Sé, disse o Vaticano neste sábado.

Reuters

22 Dezembro 2012 | 11h05

O Vaticano informou que o papa visitou Gabriele na prisão no sábado de manhã para lhe conceder pessoalmente o perdão. Gabriele foi então liberado e já voltou para sua família, segundo o Vaticano.

Gabriele foi condenado por furto qualificado em 6 de outubro no ano passado e estava cumprindo uma sentença de 18 meses em uma cela do Vaticano.

Ele foi preso em maio, depois que a polícia encontrou com ele vários documentos que haviam sido roubados do escritório do papa. Gabriele os repassou para a mídia, no caso que ficou conhecido como "Vatileaks", espalhando um grande embaraço para o papa Bento.

O Vaticano disse que o papa também tinha perdoado um segundo empregado do Vaticano, Claudio Sciarpelletti, que foi condenado por cumplicidade Gabriele.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
VATICANO PARA PERDAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.