Papa considera ''deplorável'' ação da polícia belga

O papa Bento XVI qualificou hoje de "deploráveis" as ações da polícia na sede do arcebispado de Malinas-Bruxelas, durante investigação sobre suposta ocultação de casos de pedofilia.

, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2010 | 00h00

Em uma carta ao arcebispo de Bruxelas, André Leonard, o pontífice expressa solidariedade aos bispos belgas e afirma que espera que a Justiça do país siga seu curso, mas com respeito à Igreja.

Na quinta-feira, policiais revistaram a sede do arcebispado de Malinas-Bruxelas e a casa de um cardeal, na busca de documentos que corroborassem uma denúncia.

Um dia depois, o Vaticano denunciou também a profanação dos túmulos de dois cardeais durante a investigação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.