Papa convida presidentes palestino e israelense para rezarem pela paz no Vaticano

O Papa Francisco convidou neste domingo os presidentes israelense e palestino para visitarem o Vaticano e rezar pela paz, um mês depois de as conversas apoiadas pelos Estados Unidos para acabar com o conflito no Oriente Médio falharam.

Reuters

25 de maio de 2014 | 09h18

"Neste, o local de nascimento do Príncipe da Paz, eu gostaria de convidá-los, presidente Mahmoud Abbas, juntamente com o presidente Shimon Peres, para se juntarem a mim em oração sincera a Deus pelo dom da paz", disse o Papa em Belém.

"Eu ofereço a minha casa no Vaticano como um lugar para este encontro de oração", disse Francisco.

Questionado sobre o convite, uma porta-voz de Peres disse em Jerusalém que ele "sempre aceita qualquer tipo de iniciativa para promover a paz".

Tudo o que sabemos sobre:
MUNDOPAPAPALESTINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.