Papa diz que padres devem se manter fiéis a voto de castidade

Em carta pública a clérigos, Bento 16 pede reconhecimento de fraquezas da Igreja Católica.

BBC Brasil, BBC

18 Junho 2009 | 18h04

O papa Bento 16 disse nesta quinta-feira que os padres em todo o mundo devem permanecer fiéis a seus votos de castidade.

Em uma carta pública endereçada aos 400 mil clérigos da Igreja Católica, Bento 16 não chegou a mencionar explicitamente os escândalos de pedofilia envolvendo padres católicos em diversos países.

No entanto, o papa deplorou o que chamou de situações em que a Igreja sofre por causa da infidelidade de alguns de seus ministros.

Bento 16 também pediu um reconhecimento franco e completo das fraquezas da Igreja Católica.

O papa ainda elogiou aqueles que são fiéis a sua vocação.

Segundo o correspondente da BBC em Roma, David Willey, Bento 16 deixou claro que não vai permitir relaxamento no voto de castidade feito pelos padres católicos.

Calcula-se que cerca de mil padres católicos abandonem a vida sacerdotal a cada ano.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.