Papa é recebido calorosamente em sinagoga de Nova York

Uma sinagoga de Nova York deu ao papaBento 16 uma calorosa acolhida nesta sexta-feira, quando orabino chefe elogiou seu trabalho de diálogo inter-religioso epor ele reduzir as recentes tensões entre católicos e judeus. "Um caloroso shalom. Willkommen", disse Arthur Schneier,rabino chefe da Sinagoga de Park East Synagogue, usando apalavra em hebraico para "paz" e a palavra em alemão para"bem-vindo". A visita na véspera da Páscoa Judaica, que marca a Hégirado Egito, foi a terceira de um papa num templo judaico. Opontífice visitou uma em Colônia, na Alemanha, em 2005, e oantecessor dele, papa João Paulo 2o, foi a uma sinagoga de Romaem 1986. "É com alegria que eu venho aqui, apenas algumas horasantes da celebração da sua Pesah, para expressar meu respeito eestima pela comunidade judaica em Nova York", disse o pontíficealemão. "Eu estimulo a todos vocês que continuem construindo aspontes de amizade com todos os grupos étnicos e religiosospresentes na sua vizinhança." As relações judaico-católicas foram estremecidas emfevereiro quando uma nova oração para a Sexta-Feira Santa noantigo rito latino pedia a conversão dos judeus. Bento 16selecionou parte do texto e o aprovou. Vários líderes judaicos criticaram a oração e o Vaticanodivulgou uma comunicado segundo o qual o texto "de forma algumapretende indicar uma mudança na Igreja Católica em relação aosjudeus". (Reportagem adicional de Philip Pullella e MichelleNichols)

TOM HENEGHAN, REUTERS

18 de abril de 2008 | 23h06

Tudo o que sabemos sobre:
PAPASINAGOGANY

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.