Papa faz homenagem a vítimas do nazismo na Áustria

Bento 16 faz visita de três dias; Igreja tem perdido fiéis no país.

BBC Brasil, BBC

07 de setembro de 2007 | 14h12

O Papa Bento 16 prestou uma homenagem silenciosa nesta sexta-feira às vítimas do nazismo durante visita de três dias à Áustria.No memorial da praça Judenplatz, de Viena, Bento 16 disse que sua visita é uma expressão de "tristeza, arrependimento e amizade" em relação ao povo judeu.Ele esteve acompanhado do principal rabino de Viena, Paul Chaim Eisenberg. Segundo o enviado especial da BBC à Áustria, David Willey, o papa havia dito a jornalistas a bordo do avião que o levou para a Áustria que não se encontraria com outros líderes religiosos.Antes da Segunda Guerra, Viena abrigava uma das maiores comunidades judaicas do mundo. A população de quase 200 mil judeus foi reduzida para cerca de sete mil.Atualmente, a Igreja Católica enfrenta uma crise devido à perda de fiéis, afirma o enviado da BBC. Apesar de menos católicos terem deixado a Igreja no último ano, em comparação com os anos recentes, a tendência de queda no número de fiéis continua forte no país.O Vaticano diz que dois terços dos austríacos ainda fazem parte da Igreja Católica, mas pesquisas independentes publicadas no país indicam que os números são menores. Um dos estudos afirma que 15% dos católicos freqüentam a missa aos domingos, segundo o enviado especial da BBC.A Igreja Católica austríaca foi abalada recentemente por escândalos sexuais envolvendo duas altas autoridades.O pontífice, que cresceu na região alemã da Bavária, também vai visitar alguns altares católicos em homenagem à Virgem Maria na Áustria.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.