EFE/EPA/CLAUDIO PERI
EFE/EPA/CLAUDIO PERI

Papa Francisco defende oceanos e direito à água potável para todos

Chamado levou em consideração grande quantidade de plástico lançada em áreas marinhas

O Estado de S. Paulo

02 Setembro 2018 | 15h54

SÃO PAULO - O papa Francisco lançou um chamado em defesa aos oceanos, ameaçados pela invasão do plástico , e a favor do direito de todos à água potável neste sábado, 1º.

"Não podemos permitir que os mares e oceanos fiquem cheios de extensões inertes de plástico flutuante", alertou em uma mensagem para a "IV Jornada de Oração pela Criação".

"Lamentavelmente, muitos esforços se diluem diante da falta de normas e controles eficazes, especialmente no que diz respeito à proteção das áreas marinhas mais além das fronteiras nacionais", criticou o pontífice. Segundo o papa, é indispensável atuar como "se tudo dependesse de nós".

Ela disse ainda que é essencial permitir que todos tenham acesso à água potável. O discurso foi feito diante de empresários no Vaticano.

"Este mundo tem uma grande dívida social com os pobres que não têm acesso à água potável, porque isso é negar a eles o direito à vida baseado em sua dignidade inalienável", destacou. /COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Mais conteúdo sobre:
Papa Franciscoplástico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.