Paquistão prende dois homens em ligação a ataque da Times Square

Autoridades paquistanesas prenderam pelo menos dois homens que podem ter ajudado a financiar um ataque a bomba frustrado na Times Square, em Nova York, disseram neste sábado autoridades norte-americanas.

REUTERS

15 de maio de 2010 | 13h20

Acredita-se que ambos tenham ligação com o Talibã paquistanês e que ajudaram a providenciar cerca de 15.000 dólares ao homem acusado de preparar o carro-bomba, Faisal Shahzad, um paquistanês com cidadania norte-americana, disse uma das autoridades.

Mas duas autoridades, que pediram para que seus nomes não fossem revelados, afirmaram que investigadores norte-americanos ainda precisam comprovar que Shahzad tinha laços diretos com líderes do Talibã paquistanês, que reivindicaram a autoridade do frustrado ataque.

Estabelecer ligações diretas entre Shahzad e o Talibã paquistanês pode aumentar a pressão sobre Islamabad para que o governo do Paquistão fortaleça sua ofensiva contra militantes em áreas tribais na fronteira com o Afeganistão.

"Esta é uma investigação que está sendo realizada. Não temos perfeito conhecimento ainda sobre como foi feito", disse uma das autoridades.

Shahzad foi preso ao tentar deixar os Estados Unidos em um voo para Dubai dois dias após um veículo utilitário contendo uma bomba ter sido encontrado estacionado na Times Square, no dia 1o de maio.

Ele foi acusado de tentar usar uma arma de destruição em massa e assassinar e mutilar pessoas.

(Reportagem de Adam Entous)

Tudo o que sabemos sobre:
TIMESSQUARE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.