Para Cepal, América Latina deve crescer 2,7% em 2014 e Brasil avançar 2,3%

A economia da América Latina e Caribe deve crescer 2,7 por cento em 2014, menos do que estimado anteriormente, em meio a incertezas sobre o cenário externo e a um desempenho mais fraco esperado para o Brasil e o México, projetou nesta terça-feira a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

Reuters

29 Abril 2014 | 13h46

A nova estimativa da Cepal para este ano, entretanto, é ligeiramente melhor que a expansão de 2,5 por cento registrada pela região em 2013.

Para o Brasil, a Cepal projeta um crescimento de 2,3 por cento neste ano, enquanto que para o México a expectativa é de expansão de 3,0 por cento.

(Reportagem de Antonio de la Jara)

Mais conteúdo sobre:
MACRO CEPAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.