Para cientistas, Canadá terá inverno mais frio em 13 anos

Instituto Meteorológico canadense ressaltou que o país deve se preparar para as baixas temperaturas

EFE

01 de dezembro de 2007 | 03h25

O Instituto Meteorológico Canadense alertou neste sábado que nos próximos meses o Canadá enfrentará o seu inverno mais frio dos últimos 13 anos, com temperaturas inferiores ao normal em quase todo o país.   Paradoxalmente, só uma pequena faixa nas regiões mais próximas ao Pólo Norte experimentará temperaturas acima do normal nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, previu o Instituto Meteorológico.   Os meteorologistas disseram que as baixas temperaturas no inverno serão conseqüência da presença no Pacífico sul do fenômeno meteorológico conhecido como "La Niña".   O Instituto Meteorológico ressaltou que o país deve se preparar para as baixas temperaturas, depois de invernos excepcionalmente amenos nos dois últimos anos.   Segundo os cientistas, as precipitações de neve serão maiores em algumas das principais cidades do país, inclusive Toronto.   Em 1994, o país suportou temperaturas inferiores aos 40 graus abaixo de zero. Nos anos com invernos duros, os preços dos combustíveis e do gás sobem devido ao aumento da demanda.

Tudo o que sabemos sobre:
aquecimento globalCanadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.