PARA ENTENDER

O trabalho do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) começa quando o atendente recebe a ligação do usuário e faz uma sequência de perguntas para determinar a gravidade da emergência, além de dar instruções.

O Estado de S.Paulo

30 Dezembro 2012 | 02h05

O chamado entra, então, na lista de despacho de viaturas para o local da ocorrência e um operador de mesa tenta localizar a base mais próxima com ambulâncias livres naquele momento.

Depois disso, o médico supervisor de plantão acompanha os chamados e determina quais são as prioridades de atendimento.

Por fim, a viatura vai até o local e socorre a vítima, podendo transportá-la até o hospital ou fazer atendimento no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.