Para garantir exposição, Lula vai rodar o País

Presidente vai até a Guaribas, no Piauí, cidade que virou símbolo do extinto Fome Zero

Leonécio Nossa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

31 Dezembro 2009 | 00h00

A pré-agenda de viagens do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo País, a partir da segunda semana de janeiro, não deixou de fora nem mesmo Guaribas, a cidade do semiárido do Piauí símbolo do extinto projeto Fome Zero. Em 2003, Lula quis ir ao município lançar sua política social, mas a segurança o aconselhou a desistir da ideia por problemas de logística. No próximo dia 14, o presidente quer almoçar lá, conhecer beneficiários do programa Bolsa-Família e aproveitar para fazer uma visita ao parque arqueológico da Serra da Capivara.

Ainda em janeiro, Lula estará em São Raimundo Nonato, ainda no dia 14, para visita a obras da ferrovia Transnordestina; no lançamento de pedra fundamental de uma refinaria da Petrobrás no Maranhão; na inauguração de uma termelétrica movida a álcool em Minas Gerais; na abertura de uma fábrica de etanol na cidade paulista de Itapira; na entrega de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no morro da Rocinha, no Rio; e numa fábrica da Perdigão e num quilombo em Pernambuco.

Lula decidiu também que não vai abrir mão das viagens internacionais. De fevereiro a julho, ele pretende visitar 21 países, incluindo roteiros novos, como Irã, Israel, Palestina e pelo menos cinco nações africanas. O giro incluirá ainda países que ele já visitou, como Espanha, Estados Unidos, China, Rússia, Venezuela e Argentina.

A pessoas próximas, Lula diz que as viagens terão caráter de "despedida", especialmente na Espanha, onde ele é bastante popular. Na prática, não há despedida alguma. Lula quer reforçar ainda mais a presença da imagem dele no exterior já com vistas ao período pós-governo.

Hoje, pela manhã, o presidente deve embarcar para a Bahia, onde vai passar alguns dias de folga com a família na Praia de Inema, privativa da Marinha.

PARIS A TRANCOSO

Os principais nomes da corrida presidencial de 2010 vão passar o réveillon em família. Alguns em casa, outros em destinos badalados, como a romântica Paris e a tropical Trancoso (BA).

A pré-candidata do PT, ministra Dilma Rousseff, viajou antes mesmo do Natal para Porto Alegre (RS), para ficar com a família e deve permanecer para as festas de fim de ano.

O governador de São Paulo, José Serra, principal nome do PSDB para a disputa, deve passar a virada do ano em Trancoso. A assessoria de imprensa do governo não confirma a informação, mas durante a semana ele foi visto com os netos caminhando pelo Quadrado de Trancoso e, depois, jantando em um restaurante local, conforme informou a coluna Direto da Fonte, na edição de ontem.

O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) passará o réveillon em Paris, com a mulher, Patrícia Pillar, o irmão Cid Gomes (governador do Ceará) e a cunhada Maria Célia. A senadora Marina Silva (PV-AC) ficará em família, em sua residência, em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.