Pára-quedas reserva salva soldado em exibição a Jobim

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, quase presenciou uma tragédia hoje, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Durante uma apresentação de pára-quedistas, o sub-oficial Márcio Henrique, do Esquadrão Pelicano de Busca e Salvamento, não conseguiu abrir o pára-quedas principal. Ele teve queda livre de 150 metros, o suficiente para assustar o ministro e a platéia do local. Quando abriu o reserva, o sub-oficial estava a 400 metros do chão. Márcio Henrique não teve ferimentos.O militar disse que durante os 22 anos de carreira esse é o segundo incidente do gênero que sofreu. Jobim está no Mato Grosso do Sul para visitar unidades militares e participar do lançamento da pedra fundamental da sede do 3º Batalhão de Aviação do Exército, na capital do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.