Parada Gay de Fortaleza pede luta contra fundamentalismo

A Parada Gay de Fortaleza neste final de semana parte para o confronto com os fundamentalistas que defendem a cura gay. Com o tema "LGVTs no armário nunca mais! União e Conscientização na Luta contra o Fundamentalismo", a Parada pretende reunir neste sábado, 06, e no domingo um milhão de pessoas no Aterro da Praia de Iracema.

LAURIBERTO BRAGA, Agência Estado

05 de julho de 2013 | 10h44

A festa da comunidade gay começa amanhã às 18 horas com a Pré-Parada que terá show da cantora Wanessa Camargo e das bandas Samba D''Elas, Embalo e DJ Diego Baez. Para a Parada no domingo um trio contratado pela Prefeitura de Fortaleza será animado por Diego Baez. Esta é a 14ª Parada Gay de Fortaleza que terá a segurança reforçada com 80 guardas municipais, 70 agentes de trânsito e 20 agentes de transporte. Serão colocados 175 ônibus com passagens reduzidas no domingo de R$ 2,20 para R$ 1,60.

Mais conteúdo sobre:
Parada GayFortaleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.