Paraguaios são detidos com arma de guerra no oeste do Paraná

Rifle antiaéreo de calibre 50 seria entregue em São Paulo; arma é usada para atingir alvos dentro de blindados

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

10 Novembro 2008 | 18h07

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na noite de domingo, 9, um rifle antiblindados calibre 50, na BR-277, em Cascavel, no oeste do Paraná. De acordo com a polícia, a arma, utilizada também como antiaérea de precisão, estava escondida no assoalho de Mercedes Classe A, com placas do Paraguai, e seria entregue na cidade de São Paulo.   Foto: Divulgação   Durante abordagem ao veículo, dois paraguaios de 30 e 34 anos, ambos comerciantes em Assunção, disseram que viajavam para São Paulo para um torneio de golfe. Desconfiados do comportamento dos estrangeiros, os policias realizaram uma revista minuciosa no carro e descobriram o rifle, três carregadores, kit para manutenção e manual de instrução.   Ainda segundo a polícia, o rifle M82 A1 é utilizado por forças armadas - como o corpo de fuzileiros navais americanos - para atingir alvos dentro de blindados, ataque antiaéreo e foi usado na operação americana "Tempestade no Deserto", no Kwait, na década de 90. Com 1,48 metro de comprimento o modelo dispara os projéteis a uma velocidade de cerca de 3 mil quilômetros por hora, com alcance de quase 7 quilômetros.   Os estrangeiros e a arma, avaliada em mais de R$ 20 mil, foram encaminhados à Polícia Federal em Cascavel.

Mais conteúdo sobre:
violência armas guerra paraguaios Paraná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.