Parceria busca mais segurança nas escolas

A Secretaria Estadual de Educação vai firmar um termo de cooperação com o Ministério Público (MP) para aprimorar a segurança nas escolas e tentar diminuir casos de violência. A parceria prevê capacitação de professores e tem duração de um ano e meio.

PAULO SALDAÑA, O Estado de S.Paulo

15 Março 2012 | 03h03

O projeto deve ser anunciado hoje. A formulação das ações ganhou força após o Estado revelar que 62% das escolas estaduais registraram situações de violência em 2010, segundo os próprios diretores. São roubos, depredações, violência contra alunos, professores e funcionários.

O objetivo é que mil educadores façam um curso presencial de conceitos introdutórios de Justiça Restaurativa, modelo de resolução pacífica de conflitos, ministrados pelo promotor Antonio Carlos Ozório Nunes, especialista no tema. O promotor explica que esses educadores atuarão como multiplicadores.

Haverá também curso à distância sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e Direitos Humanos para 3 mil diretores, vice-diretores, professores-mediadores e representantes regionais do Sistema de Proteção Escolar. A secretaria também organizará 15 encontros regionais entre promotores e profissionais das diretorias de ensino, para fortalecer parcerias locais. Cerca de 200 escolas com histórico de violência serão visitadas. Também serão promovidas três videoconferências, destinadas a até 3 mil educadores que não tenham participado das capacitações, além de outros eventos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.