Parceria permite eficiência no restabelecimento energético

Até o dia 3 de agosto, quando uma linha de transmissão de energia elétrica era interrompida por causa de um raio, levava-se no mínimo 48 horas para identificar a causa do problema. E a conexão poderia demorar semanas para ser restabelecida. Com o lançamento do Sistema de Análise Automática de Desligamentos de Linhas de Transmissão (Saad), essa identificação pode ser feita a partir de agora em poucos minutos. O sistema, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), será utilizado pela Furnas Centrais Elétricas. ?O Saad funciona por meio de um software que identifica, em tempo real, se o desligamento da transmissão foi causado por uma descarga atmosférica?, disse Osmar Pinto Júnior, responsável pela pesquisa que originou o sistema. ?Ainda não sabemos a margem de erro do Saad. Mas, comparado com o processo que tínhamos até então, estamos dando um passo importante para a eficiência no restabelecimento das linhas", afirmou o também chefe do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Inpe. O Saad faz o cruzamento de informações sobre as linhas de transmissão no País com dados estatísticos das descargas atmosféricas, oferecidos pela Rede Integrada Nacional de Detecção de Descargas Atmosféricas (Rindat). No caso do desligamento em alguma linha de transmissão específica, os técnicos acessam o sistema para verificar a probabilidade de a ocorrência ter sido causada por um raio. Outra vantagem em identificar rapidamente as causas do problema é minimizar a ocorrência de acidentes. ?É muito perigoso quando aparentemente não sabemos a causa do desligamento e temos que fazer rapidamente a conexão?, explica o pesquisador. Se a causa foi, por exemplo, a queda de uma torre ou de uma árvore, as chances de haver um curto-circuito contínuo em todo o sistema são muito elevadas, o que pode causar um prejuízo ainda maior. De acordo com Osmar, o prejuízo anual sofrido pelo setor elétrico, apenas por descargas atmosféricas, é superior a R$ 500 milhões. ?Aproximadamente 70% dos desligamentos das linhas de transmissão no país são causados por raios?, aponta. Inicialmente, o Saad será utilizado apenas em Furnas, mas poderá ser usado por outras empresas de energia no futuro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.