Parlamento da Ucrânia ratifica acordo histórico com UE

O Parlamento da Ucrânia ratificou nesta terça-feira um acordo histórico de associação política e comercial com a União Europeia, cuja rejeição em novembro pelo então presidente Viktor Yanukovich levou à sua saída do poder.

REUTERS

16 Setembro 2014 | 08h31

O acordo, cuja ratificação foi sincronizada com a do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, ganhou o apoio unânime dos 355 deputados que participaram da votação.

Referindo-se às mortes de manifestantes antigoverno que se opuseram à decisão de Yanukovich de rejeitar o pacto com a UE e aos soldados mortos na luta contra os separatistas no leste do país, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, disse: "Nenhuma nação jamais pagou um preço tão alto para se tornar europeia."

(Reportagem de Pavel Polityuk)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIAPARLAMENTOUEACORDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.