Passageiro com estilete causa alerta em avião da Gol

Uruguaio de 28 anos começou a descascar cabo elétrico em pleno vôo, alarmando tripulação

AE, Agencia Estado

21 de outubro de 2007 | 20h31

Um incidente em avião da companhia aérea Gol que seguia de São Paulo para Montevidéu neste domingo, 21, colocou em alerta a polícia uruguaia. Pouco antes da aterrissagem do vôo 7488 no Aeroporto de Carrasco, na capital do país, um passageiro uruguaio, de 28 anos, começou a desencobrir um cabo elétrico com um estilete, de acordo com informações do site do jornal El País.  Ao ser abordado pelos comissários de bordo, o homem respondeu estar "apenas descascando o cabo" e entregou o estilete. O comandante do vôo acionou o alarme de suspeita de ameaça terrorista, avisando a polícia federal e os bombeiros sobre o ocorrido.  O avião aterrissou normalmente e o homem foi detido e interrogado pela polícia uruguaia. Depois de revistar o avião, as autoridades descartaram a possibilidade de atentado. O passageiro, cujo nome ainda não foi divulgado, disse desconhecer a norma internacional de aviação que proíbe objetos cortantes a bordo e foi liberado.  Procurada pela reportagem da Agência Estado, a assessoria de imprensa da Gol em São Paulo informou que emitiria um comunicado sobre o incidente. Até o início da noite, a nota não fora divulgada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.